sexta-feira, 19 de outubro de 2018

PNEU DE ESTEPE DO LULA ESPALHA CALÚNIAS CONTRA O RECRUTA ZERO




O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, voltou a chamar seu adversário de covarde por fugir de debates e por supostamente disseminar calúnias contra ele por meio de impulsionamento de mensagens via WhatsApp.

Haddad, disse nesta sexta-feira, 19, que não sabe "exatamente contra quem está disputando a eleição presidencial", referindo-se à ausência de Jair Bolsonaro (PSL) em debates em que poderiam ser discutidos projetos para o País. 

"Não é possível a ele participar de um debate para tratar de assuntos tão caros à nacionalidade, se comprometer ou não com questões objetivas, como a PEC do teto de gastos e a reforma trabalhista? Quando perguntado, em sabatinas e entrevistas, delega ao Paulo Guedes, que também não responde. A todo momento, ele próprio é desmentido pelo candidato, não se sabe a quem perguntar. Não sei exatamente contra quem eu estou disputando a eleição presidencial", afirmou o ex-prefeito, que chamou Bolsonaro de "covarde".

Segundo o Estadão, o candidato do PT abordou ainda a matéria publicada na quinta-feira pelo jornal Folha de S.Paulo, de que empresas compraram pacotes de disparos de milhões de mensagens via WhatsApp em apoio ao candidato ao PSL e contra ele o o PT. Haddad disse que o chamado "caixa 2 de Bolsonaro" foi usado para espalhar calúnias contra ele. "Se ainda fosse de propaganda dele... Mas como ele não fez nada a vida inteira, ele é obrigado a usar calúnias contra mim", finalizou. - Fonte: O Estadão -

IMPRENSA ESTRANGEIRA SE ENGAJA NA CAMPANHA CONTRA O RECRUTA ZERO




Atentai bem para tamanha safadeza: A imprensa internacional “ZISQUEDISTA” foi burocrática e levou um tempão de quase uma semana para repercutir a vitória do RECRUTA ZERO  no primeiro turno. Mas com a DERROTA HUMILHANTE do PT se consolidando, os correspondentes estrangeiros desataram a produzir matérias sobre o “PERIGO” que a eleição do candidato do PSL representaria para o Brasil. Em poucos dias, foram mais de 150 citações no mesmo tom, inspiradas no lobby de imprensa petista, em alguns dos principais veículos americanos e europeus. A informação apurada lá no blog  da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.


A pancadaria da imprensa “ZISQUERDISTA” no RECRUTA ZERO  teve direito a show na HBO, editorial na Telesur, New Yorker, advertências apocalípticas em jornais europeus e americanos. Somente um editorial do importante jornal  dos EUA, o Wall Street Journal lembrou que Lula está preso por suborno. A regra é tecer loas ao presidiário. O Clarín, da Argentina, também publicou um editorial favorável ao candidato do PSL. Até o tirano Nicolás Maduro tentou atacou de #ditaduranuncamais. No Chile e na Espanha, com o El País. Quem está por trás de tudo isso é o ex-chanceler petralha,  o nanico   Celso Amorim.


COM A SURRA QUE O PT VAI LEVAR DO RECRUTA ZERO, A PERSPECTIVA É DE LULA MOFAR NA CADEIA...



Em conversa com a imprensa, a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que uma eventual vitória do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tornaria a liberdade de Lula mais difícil.

"Não quero contar com essa hipótese (Bolsonaro vencer), mas obviamente que as forças do atraso vão fazer de tudo para que Lula não seja solto. E quanto mais poder essas forças tiverem, mais difícil vai ser Lula ter liberdade porque é quase um troféu para as forças conservadoras. Se eles têm como proposta programática destruir o PT, obviamente vão dificultar o máximo (a soltura de Lula) e vão para cima do Poder Judiciário", disse a petista.

A conversa da senadora sugere que a liberdade de Lula seria mais fácil com a eventual vitória do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad. O ex-presidente está preso em Curitiba desde o dia 07 de abril deste ano. Por ter sido condenado em segunda instância pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado. O petista ainda figura como réu em outras ações penais que podem lhe render outras condenações na Justiça, como as referentes ao caso do sítio em Atibaia e o recebimento de vantagens indevidas da empreiteira Odebrecht. - Imprensa Livre - 

LULA TENTA FUGIR DE HADDAD PARA ESCAPAR DO NAUFRÁGIO DO PT...



Nas últimas eleições municipais de 2016, o ex-presidente Lula circulou por todo o Brasil em campanha para eleger candidatos do PT, sobretudo na região nordeste. Naquele ano, hoje presidiário não conseguiu eleger ou reeleger nenhum prefeito de capital na região, muito menos no Sul, Sudeste ou centro oeste. O PT elegeu apenas o prefeito de Rio Branco, no Acre, mais por mérito dos irmãos Viana do que de Lula, que não conseguiu eleger nem o próprio filho vereador em São bernardo do Campo. Naquele ano, o PT perdeu quase 90% das prefeituras que dominava no Estado de São Paulo. A maldição do ladrão afetou dramaticamente a vida dos candidatos que se fiaram no condenado como cabo eleitoral.

Da mesma forma que adora se gabar de ter eleito um monte de desconhecidos, inclusive a ex-presidente Dilma Rousseff, Lula não gosta de ser responsabilizado por derrotas. Segundo o colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder, o presidiário estaria fazendo o jogo inverso agora, tentando se 'descolar' de seu novo poste, Fernando Haddad, o candidato do PT à Presidência da República que não conseguiu convencer o eleitorado nem dizendo que ele era o "Lula".

Segundo a coluna do Diário do Poder, "Quando orientou o candidato do PT a presidente ser “mais Haddad” no segundo turno, após a derrota acachapante no primeiro turno, o ex-presidente e presidiário Lula apenas colocou em prática sua nova jogada: descolar-se de nova derrota para Jair Bolsonaro (PSL). “Lula é esperto, experiente, percebeu logo que Haddad não venceria”, diz um ex-ministro lulista de carteirinha eleito para o Congresso no dia 7"

Por mais que tente se descolar de seu poste, Lula não conseguirá se esquivar de mais uma derrota. Desta vez, a candidatura foi inclusive lançada na porta da cadeia onde está preso em Curitiba, onde cumpre pena de mais de 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Lula pode se achar esperto, mas assim como a narrativa de que é inocente, tentar se descolar de Hadddad agora não cola.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

DEPUTADO FERNANDO RODOLFO JÁ COMEÇOU A LUTAR PELA DUPLICAÇÃO DA BR-423, LIGANDO GARANHUNS A SÃO CAETANO

DEPUTADO DA DUPLICAÇÃO EM BRASÍLIA



EXCLUSIVO - Eleito deputado federal com mais de 52 mil votos pelo PHS, o jornalista Fernando Rodolfo não esperou assumir o mandato para começar a trabalhar por Garanhuns, Caruaru e outras cidades do Agreste Meridional.

Depois do resultado positivo do dia 7 de outubro, o futuro parlamentar já viajou duas vezes a Brasília para fazer contatos com autoridades da capital federal e reivindicar ações importantes para a região que o elegeu.

Esta semana Rodolfo foi recebido pelo ministro Gilberto Kassab com quem conversou assuntos de interesse dos municípios pernambucanos, especialmente Garanhuns e Caruaru.

Duas lutas o deputado eleito já começou a travar: a construção da passarela na entrada do bairro de Manoel Chéu, ação reivindicada há muitos anos, mas que nunca ninguém encampou essa bandeira com a determinação necessária.

Outra ação importante, ao qual Fernando Rodolfo já está engajado é a duplicação da BR-423, ligando Garanhuns a São Caetano.

Ele está consciente que é uma obra cara, que irá demorar algum tempo para ser realizada, mas diz que o importante é lutar para que o projeto saia do papel e o trabalho comece a ser realizado.

PREFEITOS – Em Brasília, o deputado eleito se encontrou e conversou com dois prefeitos: Armando Duarte (PTB), de Caetés, e Raquel Lyra (PSDB), da Caruaru.

Em Caetés, Rodolfo conquistou pouco mais de 600 votos, com o apoio do ex-prefeito Zé da Luz. Apesar de Armando não ter votado nele, o futuro parlamentar se colocou à disposição do petebista e disse que trabalharia pelo município para corresponder à confiança dos votos que teve na cidade.

O representante do PHS obteve perto de 29 mil votos em Caruaru e também se comprometeu a trabalhar pelo município e ajudar a administração de Raquel Lyra.

Tanto em Garanhuns como em Caruaru surgem especulações de que Fernando Rodolfo poderia ser candidato a prefeito de uma dessas cidades, em 2020.

O jornalista, porém, descartou essa hipótese. Ele disse que foi eleito deputado federal e tem um compromisso a honrar com Caruaru, Garanhuns e dezenas de municípios do Agreste.

Admitiu que apoiará candidatos a prefeitos em diversas cidades, que a seu ver precisam de renovação. Mas ele mesmo pretende cumprir os quatro anos de mandato e realizar um bom trabalho por Pernambuco, honrando os seus votos.

Rodolfo é natural de Garanhuns e aqui no município somou mais de 11 mil votos. Ele é filho de Luciene Soares, uma mulher guerreira, que criou ele com muito esforço e amor. Certamente ela está muito feliz ao ver o êxito do rapaz, que já a orgulhava tanto como jornalista e que agora virou deputado.

Luciana Vasconcelos, responsável pela programação musical da FM Sete Colinas, é tia de Fernando Rodolfo. – Este texto foi gentilmente roubado lá do Blog de Roberto Almeida -

VÃO PERDER FEIO!!! O PT FEZ MUITA BESTEIRA....


A situação da candidatura de Fernando Haddad é muito difícil, pois ele precisa tirar 1,5 milhão de votos por dia e não perder nenhum, com uma margem de manobra estreita, porque a rejeição dele aumentou muito. A não ser que aconteça um evento muito forte, que faça as pessoas mudarem de opinião radicalmente em 10 dias, o quadro não muda. O tamanho do antipetismo está impressionante, mas demorou a acontecer. Foram muitos anos mostrando a corrupção comandada pelo Palácio do Planalto nos governos petistas, em todos os níveis, e espantava não ser um fator negativo para o partido.


A GALINHA DO LULA, ADDADD, VAI LEVAR UMA SURRA DE LARGAR O "CHÔCO"...





Segundo matéria publicada no UOL, a campanha do candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad está sem rumo diante da enorme vantagem numérica apresentada pelas pesquisas em favor do candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

A vantagem de Bolsonaro sobre Haddad, de acordo com as últimas pesquisas, é de quase 50%. Na pesquisa Ibope divulgada na segunda-feira, o candidato do PSL apareceu com 59% dos votos válidos, contra 41% do petista.

Na semana passada, o Datafolha apontou Bolsonaro na frente com 58% contra 42% de Haddad. A diferença é de quase 20 milhões de votos em favor de Bolsonaro e o quadro tem se mantido inalterado ao longo dos últimos dias. Novas pesquisas apontam que houve uma estabilização nas intenções de votos, embora Haddad aparece agora com uma desvantagem ainda maior nos três maiores colégios eleitorais do país.

Aa pesquisa para presidente divulgada pelo Ibope nesta quarta-feira  realizada em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, mostra que Bolsonaro tem 63% das intenções de votos válidos, contra 37% de Fernando Haddad - diferença de 26 pontos percentuais.

"Fontes ouvidas pela Reuters admitem que, depois do fracasso da criação de uma frente democrática em torno de Haddad, o comando da campanha ainda tenta encontrar um rumo para reverter a diferença entre Haddad e seu adversário no segundo turno, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro" diz a matéria do UOL.

Ainda segundo a publicação, as mesmas fontes "admitem que o clima interno na campanha não é bom e não há um rumo claro do que deve ser feito. Troca de acusações sobre o fracasso dos números, que mantém Haddad muito atrás de Bolsonaro, já começaram.

"A verdade é que hoje não se sabe o que fazer. Precisaria de um fato extraordinário, mas não se sabe de onde viria isso", disse uma das fontes".

Há um receio em admitir que a dificuldade enfrentada por Haddad para a formação de alianças pode estar relacionada a um fato no mínimo embaraçoso: a candidatura do homem conhecido como o poste de Lula foi praticamente lançada na porta da cadeia em Curitiba.

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

O SEBOSO DE CAETÉS JOGOU A TOALHA POR ESTAR CIENTE QUE ADDAD VAI LEVAR UMA SURRA DE LARGAR O COURO DO ESPINHAÇO



O ex-presidente Lula tinha tanta confiança em sua popularidade, que nem mesmo a prisão permitiu que o político se abatesse por completo. Da cadeia, Lula insistiu em sua candidatura até o último momento, desprezando por completo a candidatura de Fernando Haddad. Mesmo ciente de que havia sido enquadrado na Lei da Ficha Limpa que ele mesmo assinou, Lula fingia ignorar o fato de ter sido condenado em 2.º grau pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. O petista, que desafiou as autoridades do país até o limite, imaginava que o povo não resistiria à tentação de reeleger aquele que foi um dia o presidente mais popular de toda a história do Brasil.

Lula acreditava piamente em sua força política por um motivo bem simples. Havia dedicado a sua vida, desde os anos 70, a sedimentar seu nome no consciente coletivo como o único brasileiro que defendia os interesses do trabalhador e dos mais pobres. Ainda que após ter chegado à Presidência da República nas eleições de 2002 e de ter se lambuzado na orgia da corrupção com poderosos e deixado os pobres em segundo plano, Lula confiava que seu nome era forte o suficiente para se eleger, mesmo na cadeia, ou em última hipótese, eleger um outro poste, a exemplo do feito extraordinário com a então desconhecida Dilma Rousseff.

O problema é que o petista se esqueceu da lição das urnas nas eleições de 2016, quando o PT conseguiu eleger apenas um prefeito de capital, no Acre, contra 9 em 2004. Lula também pareceu fingir ignorar que o mérito da eleição de Marcus Alexandre para a prefeitura da capital, Rio Branco, foi mais mérito do então governador do Acre, Tião Viana, do que dele próprio, que não conseguiu eleger nem o filho vereador em São Bernardo do Campo, seu berço político. 

Segundo interlocutores, Lula detesta perder uma eleição. Há inclusive relatos de que teria firmado dezenas de alianças ao longo da vida e apoiado candidatos de outros partidos apenas para não ser derrotado com candidatos do PT. Lula odeia a derrota, dizem pessoas próximas.

Mas ao que tudo indica, o hóspede do quarto andar do prédio da Polícia Federal em Curitiba está caindo na real. Esta semana, Lula admitiu que Haddad  teria reconhecido a dificuldade para vencer a eleição no dia 28 de outubro. Magoado e preso, Lula teria apostado na “tragédia que virá” como elemento catalisador da volta do PT ao poder nas próximas eleições presidenciais de 2022. Lula dito que "a disputa política não se encerra em uma eleição", num claro sinal de que já jogou a toalha com a candidatura de Haddad. Resta saber se até lá, terá sobrado alguma coisa do PT e se Lula terá conseguido se livrar da cadeia. O petista é réu em várias ações penais e pode enfrentar novas condenações já a partir do próximo ano.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

LULA TÁ PRESO, BABACA!!!



O senador eleito pelo estado do Ceará, Cid Gomes (PDT), mandou a real e acabou com a hipocrisia petista durante ato do PT em Fortaleza para o lançamento da campanha pró-Haddad no estado que governou. O irmão de Ciro Gomes começou sugerindo que o PT fizesse uma autocrítica e assumisse erros do passado, quando começou a ser vaiado pela militância presente no auditório do Marina Park Hotel, Fortaleza. Sem recuar de suas posições, Cid Gomes enfrentou a militância que gritava o nome do ex-presidente Lula: "Lula, o que? Lula tá preso, babaca" e completou: "Isso é o PT. E o PT desse jeito merece perder. Só para rimar. Se vocês estivessem... babaca, vai perder a eleição. É isso aí. É esse sentimento que vai perder a eleição".

Tem de pedir desculpas, tem de ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira". As reações se dividiram; alguns aplaudiram, outros vaiaram e fizeram sinal de "não" com as mãos.

"Não admitir o mea culpa, os erros que cometeram, isso é para perder a eleição e é bem feito. Vocês deviam... o teu tipo, que acha que fez tudo certo... Quem junto com ele acha que fez tudo certo.... Vão... Muito bem, muito bem. Pois vão, vão, vão e vão perder feio. Vão perder feio porque fizeram muita besteira. Porque aparelharam as repartições públicas. Porque acharam que eram donos de um país, e o Brasil não aceita ter dono". As reações da platéia ainda se dividem.

"Quem criou o Bolsonaro foram essas figuras. Quem criou o Bolsonaro foram essas figuras que acham que são donas da verdade, que acham que podem fazer tudo, que acham que os fins justificam os meios. Muito bem, eu me calo, eu me calo numa boa. Não sei porque me pediram para falar antes. É para fazer faz de conta?"

Cid discutiu com alguns presentes, que cantavam músicas em apoio ao ex-presidente Lula. "Lula, o que? Lula tá preso, babaca", respondeu ele aos gritos dos militantes. "Isso é o PT. E o PT desse jeito merece perder. Só para rimar. Se vocês estivessem... babaca, vai perder a eleição. É isso aí. É esse sentimento que vai perder a eleição".


O ADDAD PLACENTA DO LULA ESTÁ TENTANDO ENGANAR A OPINIÃO PÚBLICA

 

A VACA PEIDONA DA DILMA TÁ DESOCUPADA, SEM SALÁRIO DE 30 MIL DO SENADO E SEM FORO PRIVILEGIADO: FUDEU-SE!!!




A ex-presidente Dilma Rousseff anda meio "afastada" da imprensa desde a derrota nas eleições em Minas Gerais, quando disputou uma das duas vagas ao senado pelo estado e ficou sem nenhuma. Apontada como favorita em praticamente todas as pesquisas de intenções de votos, Dilma estava segura de que votaria a morar em Brasília, em um belo apartamento funcional, com carro e motorista à disposição, além de um salário de quase R$ 40 mil.

Mas a beneficiária da manobra entendida como um golpe do ministro do STF, Ricardo Lewandowski, que fatiou o processo de impeachment para garantir a manutenção dos direitos políticos da petista condenada pelo Congresso pelo crime de responsabilidade fiscal acabou em quarto lugar na eleição em seu estado natal. A petista, que teria ocultado um rombo de mais de R$ 150 bilhões nas contas públicas, reconheceu que 'errou' ao conceder desonerações de mais de R$ 500 bilhões a empresários gananciosos. Poucos países do mundo sobreviveriam abrindo mão de tantos impostos. Não é por acaso que o Brasil acabou sendo mergulhado na pior recessão da história. Dilma deixou o governo após ter levado ao desemprego mais de 13 milhões de trabalhadores.

Dilma havia transferido seu título para Minas e se mudado para Belo Horizonte para disputar a eleição. Estava segura que usaria o estado como trampolim para Brasília. Mas a beneficiária do golpe do fatiamento se deu mal. A estocadora de vento que costumava gastar milhões do contribuinte quando era presidente, como no caso dos 8 carros blindados oficiais, os serviços de 8 motoristas e 8 seguranças que havia colocado à disposição da filha em Porto Alegre, vai ficar sem ter o que fazer nos próximos anos. Não se sabe ainda até quando a petista vai permanecer em Minas Gerais, após a derrota na disputa por uma vaga ao senado.

Acusada de fraudar o INSS para se aposentar em tempo recorde, Dilma terá que conviver com a pensão de pouco mais de R$ 5 mil que recebe como aposentada, mas ainda poderá viajar pelo mundo às custas do contribuinte. Desocupada, é possível que a petista saia mais caro para o povo do que se estivesse trabalhando. - Imprensa Viva - 

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

ADDAD FAZ PARTE DA VELHACARIA LATINA-AMERICANA


Augusto Nunes

A nota dissonante na imagem é o livro que Lula segura, decerto presenteado por alguém que ignorava a confissão feita anos antes: “Leitura é pior do que exercício em esteira”. O desconforto causado pelo objeto que lhe ocupa as mãos é traduzido pelo rosto: Lula é o único que não sorri na primeira fila do bando que posa para a posteridade.

Entre ele e Dilma Rousseff aparece Daniel Ortega, que comanda a Nicarágua desde 2007. Seguem-se, da esquerda para a direita, o cubano Raúl Castro (que pousou no poder em 1959, já no cargo vitalício de irmão de Fidel), Nicolás Maduro (que prolonga desde 2013 a ditadura inaugurada há 18 anos por Hugo Chávez) e Evo Morales (capataz da Bolívia há 12).

Todos acham que oposicionistas merecem cadeia ou tumba, odeiam o convívio dos contrários, amam o partido único, acham que os fins justificam os meios e, por não enxergarem fronteiras entre o público e o privado, roubam compulsivamente o dinheiro do povo. Enquanto prometem aos outros um futuro paradisíaco, desfrutam do céu aqui na terra.

Filhote da subespécie brasileira dessa linhagem, Fernando Haddad abriu a campanha do segundo turno pregando a “união de todos os democratas” em torno de sua candidatura, destroçada nas urnas de 7 de outubro por milhões de eleitores que, segundo o porta-voz de presidiário, andam flertando com a volta da ditadura.

Haja cinismo. Se Haddad gritasse “Viva a Democracia” no meio da turma reunida na foto, o mundo contemplaria uma versão muito pedagógica da cena eternizada nos filmes de terror assim que o herói crava a estaca no peito de um vampiro. Os tiranetes latino-americanos, antes de serem reduzidos a pó, envelheceriam em alta velocidade até que alcançassem a idade do cérebro — mais de 150 anos — e sumissem para sempre.

LULA PASSOU PARA A HISTÓRIA COMO O MAIOR VIGARISTA QUE O MUNDO TEM NOTÍCIA



Apesar do PT ter mergulhado o Brasil na maior recessão de sua história e de ter  derrubado o país em 2 posições no ranking das maiores economias do mundo, o Brasil que Lula e o PT quase destruíram continua merecendo uma posição de destaque entre os países mais ricos do planeta. Para qualquer líder político, governar a nona economia mundial é um feito extraordinário.

O ex-presidente Lula teve esta oportunidade. Assumiu o país já com a economia estabilizada e recebendo investimentos estrangeiros como nunca. Antes de sua posse em janeiro de 2003, gigantes globais haviam se instalado no país, atraídos pela economia de livre mercado, estabilidade da economia e potencial de consumo respeitável. Empresas como Dell, Toyota, Honda, Wlamart, John Deere, Audi, Peugeot e Hyundai trouxeram suas plantas para o Brasil e, juntas com mais de 30 mil multinacionais que investiram no país antes da posse de Lula, geraram milhões de empregos. Durante o governo Lula.

Lula não foi o responsável por avanços na economia do país. Por ironia do destino, Lula simplesmente estava no poder durante o período de maior prosperidade do Brasil das últimas décadas. Além de assumir um país com a economia a todo vapor, Lula ainda deu sorte de comandar o país durante o período de maior prosperidade mundia do último século, quando as commodities como soja, ferro e outros produtos alcançaram valores extraordinários no mercado mundial. A China passava por um período de fortes investimentos e chegava a pagar adiantado por produtos que receberia ao longo de dez anos. A china chegou a emprestar US$ 10 bilhões à Petrobras em troca de 200 mil barris/dia de petróleo por dez anos.

Com tantos aspectos favoráveis, Lula soube capitalizar sua imagem de estadista perante o mundo com o discurso de que havia tirado milhões de brasileiros da miséria. O petista se promoveu como o melhor gestor que o país já viu e se gabava de ter apenas o diploma primário. Confiante em sua popularidade e poder político, Lula começou a manifestar sua natureza. Logo nos primeiros meses de seu primeiro mandato, foi acusado de orquestrar um esquema de compra de votos no Congresso, num processo que ficou mundialmente conhecido como o escândalo do mensalão.

Segundo as investigações da Operação Lava Jato, os esquemas criminosos na Petrobras também tiveram início no primeiro mandato de Lula. Supostamente em troca de favores futuros, o petista concedeu empréstimos generosos e contratos bilionários a empresas que ficaram conhecidas ao longo da maior investigação sobre corrupção da história mundial. A teoria de que Lula e os integrantes de seu partido planejavam financiar um audacioso plano de poder com dinheiro desviado dos cofres públicos é a que mais justifica os desvios de bilhões do dinheiro do povo e o alto número de presos durante a Lava Jato.  

O próprio Lula, ao deixar o governo após o fim de seu segundo mandato em 2010, teria se beneficiado pessoalmente dos esquemas criminosos que ocorreram durante sua gestão e que teriam sido mantidos por sua sucessora, a ex-presidente Dilma Rousseff.

Responsável por mergulhar o Brasil na maior recessão da história e por deixar mais de 13 milhões de desempregados, Dilma acabou sendo afastada do governo antes de completar 2 anos de seu segundo mandato, em 2016. A petista foi condenada pelo crime de responsabilidade fiscal após a constatação de manobras financeiras que visavam ocultar um rombo de mais de R$ 150 bilhões nas contas pública. Além da crise econômica, o legado dos governos do PT é vergonhoso em outros aspectos. Durante quase uma década e meia, Lula e Dilma foram, proporcionalmente, os governantes que menos investiram em saneamento básico, criação de infraestrutura nas regiões mais pobres do país, no assentamento de famílias no campo, na concessão de títulos agrários, no combate ao analfabetismo e à criminalidade. Todo este retrospecto nefasto pode ser atribuído à ganância exacerbada de Lula e de seus apoiadores por dinheiro e poder. Ao contrário da maioria esmagadora dos brasileiros, Lula é um cara que teve tudo na mão para se tornar um grande líder, mas preferiu ser um ladrão.

Lula se tornou réu em vários processos criminais e acabou preso, após ter sido condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá, O homem que se encontra preso numa salinha no quarto andar do prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o início de abril de 2018, deve entrar para a história como o maior vigarista que o mundo já conheceu. Lula é merecedor deste título, considerando as dimensões de um país como o Brasil, com mais de 200 milhões de habitantes, o tamanho do estrago na economia causado por ele e seu grupo político, além das cifras bilionárias que foram desviadas do povo através de dezenas de esquemas criminosos. Além da prisão, Lula ainda é réu em pelo menos cinco ações penais, nas quais responde por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro, tráfico de influência, organização criminosa, etc. Não há registro de um chefe de Estado de uma nação que possa ser comparada ao Brasil com um retrospecto tão vergonhoso. O homem que cobiçava ganhar o título de Prêmio Nobel da Paz é hoje visto por muitos como o maior vigarista que o mundo já conheceu. - Imprensa Viva -
 

A VACA PEIDONA DA DILMA TORROU MILHÕES DE REAIS NA CANDIDATURA AO SENADO, MESMO ASSIM TOMOU NO CU!!!



Derrotada na eleição por uma vaga ao senado por Minas Gerais, a ex-presidente Dilma Rousseff ainda estaria com todos os seus bens bloqueados na Justiça por conta de prejuízos causados à Petrobras. Pouco antes da eleição, a petista recorreu ao Tribunal de Contas da União (TCU) na tentativa de reverter a indisponibilidade de bens que foi imposta a ela, a outros ex-conselheiros de administração e a ex-diretores da Petrobras no processo que apontou prejuízos à estatal na compra de uma refinaria nos Estados Unidos. Não conseguiu, ficando mantido o bloqueio. O ministro Vital do Rêgo relatou do caso.

Segundo matéria publicada no Diário de Uberlândia,  a equipe de campanha de Dilma era batante reduzida e contava "basicamente quatro seguranças, um fotógrafo e um assessor de imprensa. Os dois últimos também editavam programas de TV. A eleição de Dilma era prioridade para o PT. Com um teto de gastos de R$ 4,2 milhões, a petista havia recebido R$ 4.201.928,82 até sábado (6) - 0,7% veio de financiamento coletivo e o restante é verba do partido. As despesas contratadas somavam R$ 4,17 milhões".

A Corte de Contas concluiu que os envolvidos devem ressarcir a estatal em R$ 1,9 bilhão. Entre os implicados, estão Dilma, o ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente da estatal Sérgio Gabrielli.

O TCU havia determinado o bloqueio de bens por um ano de Dilma em novembro de 2017, em razão dos prejuízos na compra da refinaria de Pasadena, no Texas. Dilma, na ocasião do negócio, efetivado em 2006, era ministra da Casa Civil do primeiro governo Lula e presidente do Conselho de Administração da Petrobras.

Derrotada na disputa por uma vaga no Senado, Dilma segue sem foro privilegiado, apesar de ter torrado mais de R$ 4 milhões em pouco mais de um mês de campanha. Apesar da derrota e do bloqueio dos bens na Justiça, Dilma ainda por viajar pelo mundo às custas do contribuinte brasileiro e meter o pau no Brasil à vontade no exterior em seus encontros com comunistas mundo afora. Fonte: Revista Época. - As imagens e manchete não fazem parte do texto original - 



ADDAD, O PLACENTA DE LULA, BATE RECORDE DE REJEIÇÃO!!!



Cláudio Humberto

Pesquisa realizada no sábado (13) e domingo (14) em todo o País pelo instituto FSB, contratada pelo Banco BTG Pactual, confirma o favoritismo de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela presidência da República, com 51% das intenções de voto na modalidade estimulada, representando 59% dos votos válidos, contra 35% para Fernando Haddad (41% dos votos válidos). O levantamento revela uma mudança substantiva do eleitor: chega a 53% a rejeição ao candidato do PT, indicada pelos entrevistados afirmando que não votariam nele “de jeito nenhum”. Nesse quesito, Bolsonaro tem rejeição bem inferior: 38%. Foram entrevistados dois mil eleitores por telefone em todo o País, com margem de erro de dois pontos percentuais e nível de confiança de 95%, segundo o instituto FSB Pesquisa. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral(TSE) sob nº BR-07950/2018.


 


OS BANDIDOS ESTÃO COM MEDO DO RECRUTA ZERO!!!


LULA DEVE IMPLORAR POR MISERICÓRDIA DEPOIS DA SURRA HUMILHANTE QUE O PT VAI LEVAR...



O ex-presidente Lula aposta todas as suas fichas na candidatura do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, à Presidência da República. Identificado como o POSTE DO PRESIDIÁRIO,  o candidato do PT chegou ao segundo turno com uma desvantagem de mais de 15 milhões de votos em relação ao seu adversário, Jair Bolsonaro, do PSL.

Neste cenário, as chances de Lula receber um INDULTO PRESIDENCIAL  em 2019 são bastante remotas. O petista, que cumpre pena em Curitiba por sua primeira condenação na Justiça em 2.ª Instância, ainda é réu em outras cinco ou seis ações penais e pode se tornar alvo de outras condenações já no próximo ano. Neste sentido, há mais chance de Lula ter seu tempo de cadeia aumentado por outras condenações do que algum alívio, diante de uma improvável vitória de seu poste no dia 28 de outubro, quando milhões de brasileiros vão às urnas decidir quem será o novo presidente do Brasil. - Imprensa Livre - 

LULA & DILMA SÃO DOIS EX-PRESIDENTES MAIS CORRUPTOS QUE O BRASIL JÁ PARIU!!!




A derrota sofrida pela ex-presidente Dilma Roussef na disputa por uma das duas vagas ao Senado por Minas Gerais nas eleições de outubro comprova que a petista é rejeitada até mesmo pela população de seu estado natal. A petista, que pôde disputar a eleição graças ao que pode ser compreendido por muitos como um golpe do ministro do STF, Ricardo Lewandowski na manobra de fatiamento do impeachment, terminou a disputa em quarto lugar, após torrar mais de R$ 4 milhões em sua campanha.

Já o ex-presidente Lula dispensa apresentações. O manda-chuva do PT está preso em Curitiba desde o início de abril deste ano, após ter sido condenado em 2.º grau pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Não custa nada esclarecer que o fundador do partido que acabou sendo identificado por milhões de brasileiros como uma organização criminosa cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado por uma única de várias ações penais em que se tornou réu ao longo dos últimos anos. Pesam contra o petista ainda outros processos e acusações de crimes comuns, os mais diversos, todos relacionados com corrupção e desvio de dinheiro dos cofres públicos.

No caso da ex-presidente Dilma Rousseff, já formalmente rejeitada por milhões de mineiros nas urnas, várias delações apontam para o seu conhecimento sobre os esquemas criminosos perpetrados por aliados dela, de Lula e de seu partido, como Marcelo Odebrecht, Joesley Batista, João Santana e Monica Moura e até mesmo seu ex-ministro Antonio Palocci.

Estes fatos são de domínio público e foram amplamente divulgados pelas autoridade brasileiras. Dilma e Lula chegaram ao cúmulo de se tornarem alvos de denúncias como integrantes de uma organização criminosa que tinha como vítima a Petrobras. A vasta literatura criminal envolvendo os nomes dos dois maiores nomes do PT alcançou milhões de brasileiros ao longo destes mais de quatro anos da Operação Lava Jato. A maior investigação revelou esquemas criminosos na Caixa Econômica, BNDES, Petrobrás, ministérios dos governos do PT e onde mais se possa imaginar na administração federal. Bilhões em dinheiro do povo circulou entre empreiteiras, contas no exterior, caixas 2 de campanhas eleitorais, gráficas fantasmas, contas de laranjas e até mesmo por meio de doações consideradas 'legais' ao PT.

Diante deste triste retrospecto de citações em crimes contra os cofres públicos, é possível que Lula e Dilma figurem não apenas como os maiores corruptos da história do Brasil, mas também que sejam os mais rejeitados pela população. Os institutos de pesquisa já aferiram informações neste sentido, mas nada como as urnas para comprovar o repúdio da população contra os nomes daqueles que ajudaram a mergulhar o país na maior recessão de sua história e deixaram o poder com milhares de empresas falidas e mais de 13 milhões de desempregados. Mas o rastro de destruição deixado por Lula e Dilma não afetou apenas o povo. Dezenas de aliados dos petistas sofreram derrotas vergonhosas nestas eleições e possivelmente também tiveram suas carreiras políticas destruídas pela cumplicidade com o PT. - Imprensa Viva - 

domingo, 14 de outubro de 2018

EIS UMA PRECISA ANÁLISE DO CIENTISTA POLÍTICO ALEXANDRE MARINHO QUANDO AFIRMA: “TALVEZ AGORA SEJA TARDE DEMAIS”...



Entendo perfeitamente o apelo que muitos amigos, artistas e intelectuais fazem agora para nos posicionarmos em favor da democracia, das liberdades, da manutenção do Estado de Direito etc, ou seja, vamos impedir que o fascista, o misógino, o machista, o homofóbico, o racista, o filhote da ditadura ASSUMA o poder. “É HORA DE SE POSICIONAR”, dizem os amigos.


Confesso que este apelo me comove APENAS EM PARTE e me sinto bem à vontade em relação a isso. Primeiro porque votei em Lula nas duas vezes que assumiu a presidência e, atendendo a seu chamado, votei em Dilma, na sua primeira eleição.


Em segundo lugar porque, a posição que vocês me cobram agora, eu já tomei lá atrás, não votando na reeleição da Dilma, porque ali, naquele exato instante, o PT (depois de um período de acertos), já dava fartos e cristalinos sinais de que tinha saído dos trilhos, e pior, tinha traído os ideais que o levaram ao poder, em especial o de combater a corrupção e desenvolver a economia do país. 


Fui de Marina em 2013 e fiquei aguardando um mea culpa do PT, uma mudança de rumo, e mais do que isso, esperei sinceramente que os intelectuais, os artistas, os professores universitários de esquerda tomassem a iniciativa de apontar novos caminhos, alternativas e que começassem a descolar aquela parcela mais lúcida da esquerda do então já moribundo e personalista lulo-petismo, pois na minha humilde visão cheguei a considerar que a esquerda fosse bem maior que o PT. NÃO PRECISA SER CIENTISTA POLÍTICO PARA SABER QUE QUALQUER MOVIMENTO POLÍTICO BASEADO EM MITOS HUMANOS JÁ NASCE COM OS DIAS CONTADOS, SIMPLESMENTE PORQUE SOMOS FALÍVEIS E SOMOS MORTAIS. 


Alternativas como PSTU e PSOL nunca me seduziram porque nunca acreditei em solução pelos extremos, seja de direita ou de esquerda. Acredito no caminho do meio.


Mas foi aí onde me decepcionei mais ainda, porque justamente esses amigos mais lúcidos, artistas e intelectuais começaram a compactuar com tudo aquilo, da forma mais apaixonada possível, ou seja, preferiram abraçar o vitimismo colocando a culpa na situação internacional, no Judiciário, e logo em seguida no “GOLPE”, ou seja, abraçaram a teoria da conspiração. Mesmo diante dos inumeráveis e seríssimos erros cometidos pelo PT não houve QUALQUER assunção de culpa ou mudança de rota – a culpa era sempre dos outros, do Moro, dos golpistas. Estávamos diante, mais uma vez, do sempre questionável e hipócrita purismo que dividiu o Brasil entre “NÓS” e “ELES”. 


E daí que deu no que deu, né? Temer no poder, Lula preso, o lulo-petismo em frangalhos, mas mesmo assim, num momento em que o contexto exigia humildade e desapego, ou melhor, quando era a hora de o PT dar um passo atrás para evitar o pior, em outras palavras, quando chegou a hora da alternativa CIRO, no qual votei, o PT preferiu cortar-lhe as pernas e impor um candidato que tinha o Lula como “VENTRÍLOQUO”, numa das situações mais constrangedoras da nossa história recente. 


Mais uma falha imperdoável do PT: mesmo sabendo que Bolsonaro era uma ameaça real, capaz de derrotá-los, pois as pesquisas já indicavam isso há vários meses, preferiram correr o risco a permitir que tivéssemos hoje um segundo turno travado entre uma chapa composta por Ciro/Haddad x Marina, Ciro/Haddad x Alckmin ou Ciro/Haddad x Bolsonaro, por exemplo, que seria um cenário bem mais tranquilo e esperançoso para o país. A PREPOTÊNCIA E O EGOÍSMO DO PT FORAM MUITO ALÉM DA CONTA, LEVANDO-NOS A VIVER O ATUAL VEXAME. E perceba que Haddad continuou a não admitir qualquer mudança de rota. O PT não errou em nada, OS CULPADOS SÃO OS OUTROS e “vamos fazer o Brasil ser feliz de novo”. 


Estava assim criado o cenário perfeito para o surgimento de um salvador da pátria: economia em recessão, 15 milhões de desempregados, violência nas alturas, mais um depoimento bombástico do Palocci, posicionamento conjunto dos líderes evangélicos em defesa do “defensor da família” e, para completar, a tentativa de assassinato do capitão que, tornando-o vítima, comoveu milhões e fortaleceu a crença de que ele seria o mais indicado para "acabar com a violência, a bandidagem e a corrupção no país”. 


E o pior de tudo é que o narcisismo do Lula, que na verdade é apenas mais uma expressão do personalismo da velha esquerda latino americana (que parou em 1917 e não se renova nunca), contagiou todos os seus seguidores, criando uma nova religião. Não vi nenhum destes amigos, que agora nos cobram posicionamento, questionando qualquer erro do PT, apenas se limitaram a gritar em uníssono “Fora Temer”, "Fora golpistas" e repulsa a qualquer tese ou alternativa “fora da caixa”. Pensou fora da caixinha e não assumiu seus chavões, é coxinha. É proibido questionar! Ou está 100% do nosso lado ou dane-se! O BOLSONARO É NADA MAIS QUE CRIA E REFLEXO DESSE SURTO PSICÓTICO DE PREPOTÊNCIA PETISTA. 


Pois é amigos, apesar do desabafo, não vou entrar na onda Bolsonaro porque, além do visível e flagrante despreparo, discordo de vários de seus posicionamentos tão fartamente divulgados nas redes sociais, a exemplo do absurdo de afrouxar o controle do desmatamento na Amazônia, de ser favorável ao fim do desarmamento e de já ter assumido várias posições discriminatórias contra minorias, ou seja, não o considero uma pessoa à altura dos desafios que se apresentam nesse momento tão delicado da nossa história. Mas confesso também que não me sinto nenhum pouco confortável para digitar 13 e legitimar a volta de um partido que, apesar dos inegáveis avanços sociais trazidos ao país, no final das contas “caiu em tentação” e passou a compactuar com todas aquelas velhas práticas que tanto combatia, FINDANDO POR LEVAR O PAÍS À VELHA CRISE POR ONDE ESTE CICLO (QUE ORA SE ENCERRA) HAVIA COMEÇADO. 


Mais uma vez fica provado e entra para os registros da história que o aparelhamento da máquina pública é um câncer que mata qualquer democracia, seja ele praticado por comunistas, socialistas, fascistas, liberais, cristãos, budistas, muçulmanos ou por qualquer outro credo ou filosofia. E o melhor antídoto contra essa peste é a alternância de poder, que através do voto deve ser operada pelos cidadãos a cada eleição. A gente não pode esquecer que faz parte da natureza humana querer apoderar-se e manter-se indefinidamente no poder, seja no Executivo, no Legislativo, no Judiciário, no Ministério Público, na Imprensa, no clero ou em qualquer outra esfera ou modalidade de poder, quer cheguem através do voto, do concurso público ou da indicação política. Quantos vocês conhecem que já largaram voluntariamente o poder, depois que assumem? 


A história nos dá inúmeras outras provas dessa sutileza humana. Querem fazer um teste? Observem rapidamente quais as grandes obras que os últimos governantes realizaram no país, em seu estado ou em sua cidade? Você acha que tais obras foram motivadas e concretizadas pelo desejo de ajudar o povo ou pelo desejo de garantir sua permanência no poder? Até acredito que seja motivado pelos dois fatores, mas se formos verificar a dosagem de cada uma dessas motivações... 


AS URNAS FORAM MUITO CLARAS E COM A MATEMÁTICA NÃO DÁ PRA GENTE FAZER ARRUMADINHOS. 


E sempre que a gente pensa que vai ser assim ou assado, lá vem a realidade para nos dar um tapa na cara e nos mostrar que somos humanos, somos falíveis, e, como bem disse o Frei Beto: “A MOSCA AZUL EXISTE”, e a história dos povos não se escreve de forma linear, mas de forma cíclica e, portanto, repetitiva. Exatamente porque algumas características e atributos dos humanos são perenes. E Maquiavel já tinha nos ensinado isso desde o século XV. 


Para mim, a lição que fica, e que já nos foi dita por tantos livros de história é a seguinte: é em nome de RELIGIÕES e de IDEOLOGIAS que se cometem os maiores absurdos e tragédias da humanidade. O nosso caminhar diário, enquanto cidadãos e cidadãs, deve ser pautado pelo equilíbrio, pela razão, pela ética, pela busca do autoconhecimento, pelo bom senso, pelo respeito às diferenças e pelo amor ao próximo - acima de qualquer credo ou ideologia. Fora disso, qualquer coisa que nos apresentem deve passar pelo crivo da nossa consciência.


Que Deus ilumine o capitão, sob os ombros dos quais está recaindo a enorme responsabilidade de assumir as rédeas do nosso Brasil. Aproveito ainda para registrar o meu profundo respeito aos queridos amigos e amigas eleitores, tanto do Haddad quanto do Bolsonaro. RESPEITO e compreendo perfeitamente o sentimento de cada um de vocês. Que Deus os ilumine e os abençoe!


E É ISSO! COMO HAVIA DITO NO INÍCIO, TALVEZ AGORA SEJA TARDE DEMAIS, QUERIDOS AMIGOS. 


O amor que dizemos ter pelo nosso país e a defesa tão veemente que fazemos da democracia serão postos à prova de forma decisiva nos próximos dias. Estaremos dispostos a aceitar o resultado das urnas, qualquer que seja o resultado, ou continuaremos com a estéril e ridícula briga  COXINHAS/MORTADELAS, que tanto dividiu nossa sociedade, arrasou nossa autoestima, inverteu nossos valores e abalou fortemente o nosso sentimento de nação?  


Para finalizar, permitam-me relembrar o genial e saudoso Nelson Rodrigues, quando dizia: “nada mais cretino e mais cretinizante do que a PAIXÃO POLÍTICA. É a única paixão sem grandeza, a única que é capaz de IMBECILIZAR o homem”.