sexta-feira, 30 de setembro de 2016

EM PALMEIRINA, TANTA FAZ COMICIO DE ENCERRAMENTO COM UM “MAR AZUL” DE GENTE EXIGINDO A SUA VOLTA




Por Altamir Pinheiro

Palmeirina  mostrou de que lado está. Ontem(29), um MAR DE GENTE invadiu a cidade para apoiar a candidatura à eleição do maior líder popular de toda existência daquele município. Um MAR AZUL, uma multidão vestida do tradicional e simbólico azul celeste, com bandeiras e muita animação, movimentando o povo de uma cidade que clama pela volta da única pessoa que tem condição de tirar Palmeirina do buraco em que se meteu. PALMEIRINA ESTÁ UM CAOS TOTAL!!! E só TANTA tem capacidade administrativa e peso político para resolver as mazelas deixadas pelos últimos prefeitos que esculhambaram com as finanças daquele município.

Ontem, Palmeirina foi banhada e encoberta pelo manto sagrado da cor azul anil. Por onde passava, a multidão animada convidava as pessoas das calçadas que iam incorporando-se à manifestação, que encerrou com muita animação de um povo sedento de um administrador que respeite a inteligência alheia: o próprio  povo. A festa democrática pelos azulinos foi dentro do mais absoluto caráter democrático vociferando a paz e a harmonia para se fazerem presentes em todo o desenrolar do pleito que se encerra no domingo. TANTA  jamais quis comprar a briga de seus adversários que, paulatinamente vem baixando  o nível escandalosamente e partindo para a agressão verbal (esculhambação). Na verdade, tudo isso é estratégia mixuruca de quem vive um estado de desespero exacerbado como é o caso dos opositores de TANTA. De braços aberto, o candidato conclamou os AZULINOS para fazer o que a democracia permite que é votar soberanamente ao mesmo tempo que fez um longo agradecimento  a participação de todos na campanha tranquila, bonita e vitoriosa. TANTA conclamou seu povo para preencher o BOLETIM DO VOTO com tinta azul que é a cor da paz celestial.

Por parte do candidato TANTA, a sua campanha azulina foi um show de civilidade e uma aula de convivência com as pessoas, apesar dessas mesma pessoas pensarem diferentes. Para quem tem  tino de moralidade e um passado decente sabe muito bem que,  uma campanha política deve se constituir numa das experiências mais agradáveis e úteis de nossa vida. Quaisquer que sejam as convicções políticas dos candidatos, sejam suas propostas, o seu caráter, sua formação, a expressão maior para servir de parâmetro à escolha do eleitor. Deve haver,  E O CANDIDATO TANTA PROCUROU SEMPRE ESTA DIREÇÃO, apesar de muitas vezes não ter sido correspondido, porém fez   um esforço medonho para que a campanha fosse uma atividade em que a inteligência possa ter o seu império firme e sólido, a isenção o seu domínio legítimo, a elegância moral o campo vasto dos gestos bem medidos. Afinal de contas,  campanha deve se constituir num expediente onde os julgamentos dos concorrentes fecundem a amizade, nunca a desafeição, onde, no campo da festa democrática propriamente dita,  a divergência aproxime, jamais separe. No frigir  dos ovos, em Palmeirina, quem sairá vencedor não é Tanta nem muito menos Marcelo Neves. QUEM VENCEU FOI A DEMOCRACIA!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário