segunda-feira, 21 de novembro de 2016

O PUTEIRO PRATICADO PELO GOVERNADOR DO PT DE MINAS GERAIS TÁ PARECENDO MAIS COITO INTERROMPIDO...



Reinaldo Azevedo

O ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça, mandou suspender a votação da abertura de ação penal contra o governador mineiro Fernando Pimentel que acontecia na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, porque havia suspeita de um acordo para livrar o petista. Em despacho da última sexta-feira, o magistrado atendeu pedidos dos deputados estaduais Gustavo Valadares, do PSDB, Gustavo Corrêa, do DEM, e Sargento Rodrigues, do PDT, para paralisar o processo. Os parlamentares oposicionistas questionaram atos do presidente da Assembleia, deputado Adalclever Lopes, do PMDB, e do primeiro-secretário da Casa, Ulysses Gomes, do PT, que deram sequência ao processo sem disponibilizar aos colegas a íntegra das acusações contra o governador. Por esse motivo, o ministro do STJ, além de suspender a votação, determinou que ela só seja realizada depois de a Assembleia disponibilizar cópia integral da ação contra Pimentel. - A manchete e a imagem não fazem parte do texto original - 



PITACO DO BLOG CHUMBO GROSSO: - Vejam a diferença. Enquanto os ex-governadores Anthony Garotinho e Sérgio Cabral, sem foro privilegiado, já estão na penitenciária de Bangu 8, o ainda governador Fernando Pimentel, de Minas Gerais, tão corrupto quanto os ex-governantes do Rio de Janeiro, que tem foro privilegiado, não poderá ser processado enquanto estiver no poder, porque a Assembleia mineira, manobrada por ele, não deve autorizar o afastamento. É por essas e outras que os políticos lutam desesperadamente a favor do foro privilegiado e contra a Lava Jato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário