terça-feira, 3 de janeiro de 2017

CALAMIDADE MORAL: Vai haver uma nova conjuração mineira, nova cabeça pendurada em poste...



FILHINHO FICOU DE RESSACA, PAPAI FOI BUSCAR O PLAYBOIZINHO DE HELICÓPTERO ÀS CUSTAS DO ERÁRIO 

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel(PT), VAI PROCESSAR O DEPUTADO SARGENTO RODRIGUES (PDT) POR CALÚNIA E DIFAMAÇÃO E FALSA ACUSAÇÃO DE CRIME pela divulgação de um vídeo em que o chefe do executivo aparece junto ao filho no condomínio de luxo Escarpas do Lago, no município de Capitólio, antes de embarcar no helicóptero oficial do governo. No Facebook, o governador criticou a postura dos parlamentares oposicionistas que divulgaram as imagens e explicou a situação.
O deputado Sargento Rodrigues afirma que não se sentirá intimidado com o processo e que está cumprindo o seu dever como parlamentar de fiscalizar o poder executivo. "Terei imenso prazer em responder judicialmente que estava no exercício do meu dever como parlamentar de fiscalizar os atos do poder executivo", disse, conforme relato do Jornal O Tempo.

De acordo com o parlamentar, o uso do helicóptero na ocasião configura crime contra a improbidade administrativa. "O artigo 10 da lei 8429/92 é claro e diz que constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres do poder público. Então houve irregularidade", afirmou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário