ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM  ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

domingo, 14 de dezembro de 2014

O BLOG MAIS ANTIGO DE GARANHUNS FOI O PRIMEIRO DO NORTE E NORDESTE QUE ANUNCIOU A MORTE DE EDUARDO CAMPOS ÀS 12:56.


 

 


PRESTES A COMPLETAR SETE ANOS E APÓS 120 DIAS DA MORTE TRÁGICA DE EDUARDO CAMPOS, O BLOG CHUMBO GROSSO SAIU NA FRENTE E FOI O PRIMEIRO A CONFIRMAR E FAZER POSTAGEM DAQUELA TRAGÉDIA, ANTE TODOS OS BLOGS DE PERNAMBUCO.  QUIÇÁ, DO NORDESTE!!! A POSTAGEM FOI FEITA PRECISAMENTE ÀS 12:56 DO FATÍDICO DIA 13 DE AGOSTO DE 2014.


 

O PRIMEIRO BLOG DO BRASIL QUE ANUNCIOU A MORTE DE EDUARDO CAMPOS FOI O DE SANTA CATARINA, BLOG DO CORONEL, PRECISAMENTE, ÀS 12:43min.

 

Morre Eduardo Campos.

Confirmada a morte de Eduardo Campos, aos 49 anos, pelo deputado Júlio Delgado, do PSB de Minas Gerais.
109 comentários
 
 

BLOG CHUMBO GROSSO – GARANHUNS - PE

MORRE EDUARDO CAMPOS

Confirmada a morte de Eduardo Campos pelo deputado Júlio Delgado, do PSB de Minas Gerais.

 

 
 

BLOG DE JAMILDO

 
acidente

Eduardo Campos morre em queda de avião em São Paulo

PUBLICADO EM 13/08/2014 ÀS 13:01 POR AMANDA MIRANDA EM NOTÍCIAS
Foto: divulgação/PSB
O ex-governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB) morreu na manhã desta quarta-feira (13) na queda do jatinho que o levava para Santos, em São Paulo. Eduardo morreu no mesmo dia que o seu avô, Miguel Arraes, que faleceu em 2005. O candidato completou 49 anos nesse domingo (10).
De acordo com a Força Aérea, a aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu às 10h. “A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave”, diz nota da Aeronáutica.
“O avião saiu do Rio para o Guarujá para o candidato participar de uma palestra sobre a questão portuária. O tempo estava muito ruim e o avião arremeteu. Ele era muito jovem e determinado, com uma carreira muito extensa para a idade”, afirmou o presidente do PSB em São Paulo, Márcio França, que estava no aeroporto esperando a chegada dos aliados. Ele chegou a ver o avião arremetendo.
França confirmou que a mulher dele, Renata Campos, está em casa, no Recife. Eduardo deixa cinco filhos, sendo o mais novo o pequeno Miguel, que costumava viajar com ele durante a campanha.
Eduardo Campos teria entrevista coletiva na Praia do Mercado, seguida de curta volta de catraia (meio de transporte da região portuária). Às 12h, no Guarujá, participaria do seminário Santos Export – Fórum Internacional para a Expansão do Porto de Santos, no Hotel Sofitel Jequitimar. Às 14h30, em Santos, concederia entrevista à TV Brasil (Band).
Adversário de Eduardo Campos nas urnas, mas amigos na vida pessoal, Aécio Neves (PSDB) cancelou a viagem a Pernambuco, no próximo domingo (17). A presidente Dilma Rousseff (PT) também cancelou a agenda desta quarta-feira (13).
BIOGRAFIA - Eduardo Campos nasceu em 1965, neto de um grande nome da política nacional, o ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes. Iniciou a vida política ainda na década de 1980, ao lado do avô. Foi candidato a prefeito de Recife, já foi deputado Federal e ministro da Ciência e Tecnologia no primeiro mandato do presidente Lula.
Em 2006 se lançou como candidato ao Governo de Pernambuco, numa campanha em que aparecia nas primeiras pesquisas em posições pouco favoráveis. Com o início da campanha foi ganhando espaço e desbancou Humberto Costa, candidato do PT, à época e chegou ao segundo turno, quando disputou e saiu vitorioso na disputa com Mendonça Filho (DEM).
Eleito para um segundo mandato em 2010, o governador apresentou a maior eleição na história da democracia brasileira: mais de 80% dos votos válidos para governador em Pernambuco foram para Campos.
O socialista, presidente do PSB, deixou cargo de governador no início de 2014 para se dedicar à campanha presidencial, entrando em embate direto com o PT, que começou ainda no pleito municipal de 2012, quando o partido socialista decidiu lançar candidato próprio para Prefeitura de Recife. Em novembro de 2013, o PSB resolveu entregar todos os cargos que ocupava no governo federal, deixando de vez a base governista.
Recentemente, Eduardo Campos desferia várias críticas à presidente Dilma Rousseff (PT), porém sempre se mantendo com reservas ao falar do ex-presidente Lula, um de seus padrinhos políticos.
Campos se lançou candidato a presidente numa chapa com a ex-ministra do meio ambiente, Marina Silva (PSB/REDE), terceira colocada na eleição presidencial de 2010, quando conquistou 20 milhões de voto.
Marina foi impedida de criar sua própria legenda por falta de assinaturas. A chapa de Campos e Marina aparece nas pesquisas de intenções de voto na terceira colocação.
 
 
 
 
BLOG DO RONALDO CESAR

 

 

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

MORRE EDUARDO CAMPOS



A Rede Record está informando a morte de dez pessoas no acidente aéreo em Santos, agora pela manhã. Um deles é Eduardo Campos.

A Record está buscando a informação se Renata Campos, e um dos filhos do casal também estavam na aeronave.

Dos dez mortos, oito estavam no avião, e dois eram das casas atingidas. Não há sobreviventes de quem estava no avião.

Traremos mais informações.

BLOG DO MAGNO MARTINS


Confirmada a morte de Eduardo Campos

O candidato à Presidência, Eduardo Campos (PSB), morreu na manhã de hoje. Eduardo estava a bordo de um jatinho que caiu na cidade de Santos, em São Paulo. No avião também estava o assessor pessoal de Campos, Carlos Percol. O avô de Eduardo e principal referência política para ele, Miguel Arraes, morreu em 2005, também no dia 13/08.
 
Escrito por Magno Martins, às 13h02

 

 
BLOG DE ROBERTO ALMEIDA

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

MORTE DE EDUARDO DEIXA O BRASIL DE LUTO

A morte de Eduardo Campos hoje pela manhã, num acidente aéreo em Santos, em São Paulo deixou perplexos todos os brasileiros.

Quem era seu eleitor e fã sentiu o baque. Mas mesmo quem estava com Dilma, Aécio ou o pastor Everaldo ficou passado.

Será que não é mentira, não estamos sonhando?

Estas perguntas foram feitas por muitas pessoas em lugares diversos do Brasil.

Um homem forte, bonito, poderoso, bem sucedido na vida acabar assim, sem aviso prévio, sem direito a defesa nem uma segunda chance para continuar sua jornada... Como é que pode?

Milhões de brasileiros devem ter assistido ontem à noite a entrevista de Eduardo Campos na TV Globo. O socialista se saiu muito bem e a expectativa era que ganhasse alguns pontinhos junto à opinião pública devido a sua desenvoltura.

Como é possível que o ex-governador que estava ontem na TV, falando daquele jeito, vendendo saúde, hoje está morto e nada se pode fazer para trazê-lo de volta? Essa é outra indagação que deve estar sendo feita por pernambucanos e brasileiros.

Tudo é destino? Tudo está traçado?

Por que Eduardo Campos morreu? E essa coincidência de ter sido no mesmo 13 de agosto da morte do avô Miguel Arraes, será só coincidência?

Ana Arraes, mãe do candidato socialista, estava numa solenidade quando recebeu a notícia. Logo se recolheu a sua residência. Imagine caro leitor o desespero dessa mulher que perdeu o filho quando este estava no auge, querendo alçar seus maiores voos.

Marina Silva, vice de Eduardo Campos na chapa do PSB, ficou tão chocada que se trancou em casa, no primeiro momento não quis conversar com ninguém da imprensa sobre a fatalidade.

Eleitores ou não de Eduardo estamos todos chocados e enlutados, surpresos – mais uma vez – de como a morte é traiçoeira e tem o poder de acabar com todos os sonhos e mudar tudo. Na política e na vida.

Como fica agora a sucessão presidencial? Imprevisível. A própria Dilma, Aécio, os candidatos dos partidos pequenos, devem estar todos meio atarantados, hoje pelo menos não há clima para nenhum deles fazer campanha.

A partir de amanhã, ou dos próximos dias, quando a gente cair na real e começar mesmo a acreditar nesta notícia que já está em toda a internet, nas rádios, nas emissoras de TV, aí as coisas começarão a encaixar, haverá como uma aceitação do inaceitável e os políticos voltaram a se digladiar, criticar, cobrar, prometer...

Nós pernambucanos já choramos muitas mortes de pessoas que aprendemos a admirar: de Dom Hélder Câmara, o "santo comunista", como o apelidaram, de Miguel Arraes, o pai arraia dos pobres; de Luiz Gonzaga, aquele que levou o Nordeste para o Brasil e o mundo.

E choramos Marcos Freire, que também morreu moço num desastre de avião, como esse de agora.

Agora, estamos todos enlutados por Eduardo Campos. Independente de estarmos ou não em sintonia com suas ideias, suas opções do momento, suas estratégias para ganhar votos, consideramos todos uma insensatez, uma estupidez, uma loucura, uma pegadinha de mau gosto alguém morrer assim, quando estava quem sabe perto do seu melhor momento.

Neste instante, não dá para ter partido nem opção de voto. Estamos todos órfãos, solidários com Renata Campos e seus filhos, principalmente o pequeno Miguel, que nasceu há meses com Síndrome de Down, conforme anunciou o próprio pai.

A morte de Eduardo Campos neste mês aziago de agosto (que também levou Getúlio) é mais uma tragédia na vida política brasileira. Estamos todos perplexos e fazemos perguntas que não têm respostas neste lado de cá.

Apenas acima de nós pode haver uma explicação. Deus, apenas Ele, poderá nos confortar e nos dá a resposta que procuramos. (Foto: NE-10/Jornal do Commercio).

 

 
 
MENSAGEM DE MARINA SILVA:
 
“Quero pedir a Deus que sustente a Renata, ao Zé, ao João, a Duda, o Pedro, o pequenino Miguel e a todos os familiares dos companheiros de Eduardo Campos. Esta é, sem sombra de dúvida, uma tragédia. Uma tragédia que impõe luto e muita tristeza. Eu sei que os brasileiros estão compartilhando com cada um de nós e principalmente com sua família, com seus amigos e conosco. Durante esses 10 meses de convivência aprendi a respeitá-lo, admirá-lo e a confiar nas suas atitudes e nos seus ideais de vida. Foram 10 meses de intensa convivência e, como eu disse, começamos a fiar juntos principalmente a esperança de um mundo melhor, de um mundo mais justo.
Eduardo estava empenhado com esses ideais até os seus últimos segundos de sua vida e a imagem que eu quero guardar dele foi a da nossa despedida de ontem – cheio de alegria, cheio de sonhos, cheio de compromissos.
É com esse espírito que eu peço a Deus que possa sustentar sua família, consolar sua família e também a todos nós.”
 
ALGUÉM PODE ATÉ QUERER ME ROTULAR DE MESSIÂNICO, DIVINO OU DE ALGO PROFÉTICO, MAS O AVIÃO CESSNA 560 XL, PREFIXO PR-AFA EM QUE VIAJAVAM EDUARDO CAMPOS E OUTRAS SEIS PESSOAS FOI PLANEJADO PARA NÃO CAIR...
 

 

 

 
 

FIM

 

 

 

Nenhum comentário: