ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM  ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

LIQUIDAUNERS VERSUS NEGACIONISTAS: O JOGO DO SÉCULO!!!

 



Paulo Polzonoff 


Bem amigos da Rede Globo. Estamos aqui do glorioso Estádio Jack Dorsey, o Tuitão, para mais uma partida emocionante neste ano de 2020. A partida, você sabe, era para ter sido disputada na Arena Pública, carinhosamente chamada pelo torcedor de Debatezão, mas uma rachadura nos pilares que sustentam o debate público fez com que o espetáculo fosse transferido para esse campo novinho em folha, mas já tão sujo.


Apita o Árbitro e o coronavírus rola pelo gramado. Hoje é o dia pelo qual todo mundo esperava. A grande final do campeonato Covid-19 entre Loquidauners e Negacionistas. O time da casa leva vantagem, porque conta com os artilheiros Dória e STF e, no meio-campo, com o grande armador Átila, o Huno da Ciência. Já os Negacionistas têm sua maior força na defesa, com o goleiro Bom Senso e a zaga liderada pelo experiente, ainda que velho e cansado, Zoínho da Liberdade.


— Galvão.


— Diga lá, Tino.


— E essa final tem outro componente interessante: as acusações recentes de que a China, principal patrocinadora dos Loquidauners, teria pagado bandidos para intimidar o goleiro Bom Senso, que foi encontrado desacordado num banco de praça. Vamos ver como os jogadores reagirão a esse escândalo extra-campo.


Tem razão, Tino. A partida promete com mais esse elemento. Vale lembrar que, lá no começo do campeonato, um dos principais jogadores dos Loquidauners, o Autoritarismo, foi surpreendido no exame antidoping – e nada aconteceu com ele. Só falta agora vira-lata entrar em campo para este jogo ficar completo.


E lá vem o time dos Loquidauners. Quarentena Gourmet passa por Curva Achatada, dá um drible em Taxa de Mortalidade e um chapéu (que beleza!) em Hidroxicloroquina, passa para Átila que lança Dória e... O bandeirinha dá impedimento. Estava mesmo impedido, Arnaldo?


— A regra é clara! O jogador não pode impor um lockdown antes das eleições. A festa da democracia não pode parar.


— Mas depois das eleições pode, Arnaldo?


— A regra é clara. Depois das eleições vale tudo!


Bom Senso dá uma bicuda no coronavírus, mas os Negacionistas não conseguem manter o controle da narrativa. E lá vem Loquidauner no ataque de novo. Quer comentar, Casagrande? Você está quietão hoje...


- É... Os Loquidauners são um time muito bom, né? E eles vieram com um esquema certinho pra sufocar o adversário. Eles treinaram muito o controle da narrativa. E isso é mérito do treinador Má-Fé e seu preparador físico Ignorância.


Realmente este campeonato mostra o grande trabalho de Ignorância neste clube novo, mas muito poderoso. E lá vem Átila de novo, sempre ele comandando as jogadas ali pelo meio do campo. Olha a elegância com que ele domina a narrativa e usa a Ciência para lançar o ataque contra a meta do Bom Senso.


— Galvão.


— Diga lá, Tino.


— Mudança importante no time dos Negacionistas. Sai a Hidroxicloroquina e entra Vacina com a camisa 10.


Isso deve mudar todo o esquema tático dos Negacionistas. Depois de meses no Departamento Médico, Vacina entra em campo para tentar mudar a história dessa final comprada pela China. Vai demorar um pouco ainda, porque a Vacina está sem ritmo de jogo, mas... Mas... Mas o que é isso?! O que está acontecendo?! Que coisa feia, seu juiz! Entrada ver-go-nho-sa de Átila, o Huno, em Vacina. Isso é lance para cartão vermelho, não é, Arnaldo?


- Uma entrada criminosa mesmo, Galvão. Tem que expulsar. Tem que expulsar. Resta saber se a China também não comprou esse Árbitro aí.


Cenas fortes mesmo. Vacina está estendida no chão. Parece desacordada. Será que aconteceu algo mais grave? Não, não. Aos poucos dá para ver que Vacina se levanta. Parece que está tudo bem e ela vai continuar no jogo, sob protestos da imensa torcida adversária que, da arquibancada virtual, grita “Fica em casa! Fica em casa!”


— Galvão.


— Diga lá, Casão.


— A Vacina é um jogador controverso. Tem muito torcedor negacionista que não gosta dela.


Verdade. Mas é uma minoria de arruaceiros da Torcida Organizada Terra Plana. Uns brutamontes que não reconhecem um jogador que começou a carreira no inesquecível e marcante Varíola Esporte Clube e que hoje está aí, jogando seu melhor futebol, mesmo depois dessa falta absurda de Átila.


É Vacina quem está com a bola. Ela faz tabelinha com Zoínho da Liberdade, que toca para o goleiro Bom Senso, que dá uma de líbero, avança, abandona mesmo o gol, se transforma em volante, passa por Átila com um elástico, segue em frente, passa por Autoritatismo, por Cientificismo, já virou atacante, olha Vacina de frente pro goleiro Iluminismo, vai marcar, vai marcar...!


Mas não é possível! O que foi que aconteceu, Tino?


— Não sei e ninguém sabe, ninguém viu, Galvão. Jack Dorsey mandou apagar os refletores do estádio.

Nenhum comentário: