ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM  ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

VEREADOR ELEITO, MATHEUS MARTINS, ASSUME COMPROMISSOS COM A SERIEDADE E EFICÁCIA

 


Por Altamir Pinheiro

Quando um jovem afirma, categoricamente, não gostar de política, talvez ele esteja se referindo a POLITICALHA que anda junta com  POLITICAGEM ou POLITIQUICE a que é praticada em todos os quadrantes do país e na sua maioria nas Câmaras municipais por parlamentares tupiniquins, donde se vê vereadorzinho  recém eleito pendurado na virilha do prefeito antes mesmo de tomar posse e, em Garanhuns, nunca foi diferente. Como diz o poeta: Quem sabe faz a hora não espera acontecer... Até porque, existe uma relação muito íntima entre saber e fazer. Quem sabe, sente-se seguro e avança, quem não sabe, protela e acaba não atingindo sua meta, alvo ou seus objetivos.


Pois bem, num lance ousado  e digno de aplausos, o jovem parlamentar Matheus Martins(PSD),  recentemente eleito com 1.214 votos quebra esse paradigma, norma ou modelo que deve revolucionar o modo exemplar de fazer política com “P” maiúsculo na futura legislatura da nova Câmara de Vereadores de Garanhuns. É motivo de entusiasmo dessa safra da jovialidade de nossa cidade,  saber que ele já começou a implantar inovações como será seu modo de atuar no mandato que lhe foi conferido pelo eleitor de Garanhuns e especialmente a juventude que lhe deu todas as credenciais para que assumisse seu primeiro mandato no legislativo municipal. Mandato esse, que vem carregado ou turbinado de inovação e eficácia.


O jovem vereador debutante na política de Garanhuns, Matheus Santos Martins de Araújo,  que se elegeu na coligação do prefeito eleito Sivaldo Albino(PSB), com apenas 22 anos de idade ao registrar sua candidatura pelo Partido Social Democrático(PSD) com os números seguidos merecedores de atenção ao provocar interesse no eleitorado jovem  que foi o 55555. Eleito como foi, ele  pretende introduzir um novo modelo de fazer política à moda honrada, como também se comportar através da  transparência totalmente límpida e cristalina como são as águas minerais da terra da garoa. Para nossa grata satisfação,  a Câmara de Vereadores de Garanhuns ganhou um parlamentar eficaz que se faz presente  no lugar e hora certa.


Doravante, para melhor entender o posicionamento acertado  do jovem vereador Matheus Martins,  lê-se nos manuais ou nos livros de Marketing Eleitoral,  erroneamente, quando eles nos ensina  que a política, pasmem,  é comparada ao comércio: eleição é “venda”; o mandato, “pós venda”; e o eleitor ”cliente”... De um modo geral,  na FORMAÇÃO DE UM GABINETE, o vereador prioriza seus cabos eleitorais, a parentela, o militante e o indicado daquele amigo que chegou junto, durante toda campanha, com uma merrequinha, deu uns litrinhos de gasolina ou emprestou um carrinho usado para o candidato a vereador tocar sua campanha. Pelo que vem pregando o nobre vereador eleito, jamais ele seguirá esse círculo vicioso que contaminou toda classe política nacional, tendo como pano de fundo a famosa rachadinha... 


Apesar da idade, o vereador já percebeu que esse modelo está totalmente superado, pois não à toa, ele pretende implantar, inovar e conflagrar através do ineditismo,  na Câmara de Garanhuns, um novo esbouço ou desenho  de como praticar um bom mandato na futura legislatura que se aproxima. Mas, qual é a receita adequada para ser um bom vereador?!?!?! Primeiro, além de ser um  bom político comprometido com o trabalho, ter um bom time ao seu lado é essencial. Sem as pessoas certas,  fica difícil alcançar os resultados esperados e manter o bom andamento do gabinete funcionando.


Finalmente, gostaria de parabenizar o nobre vereador pela sua aposta acertada. Afinal de contas, ele se propôs a escolher pessoas capacitadas para os componentes do seu GABINETE. Ou seja,  lançou uma SELEÇÃO PÚBLICA para  uma vaga de assessor parlamentar. Como bem colocou  o jornalista Roberto Almeida: “A seleção pública também é uma forma de gerar oportunidades e descobrir talentos na cidade”. Nesse particular o recém eleito vereador está enxergando erros e retificando rumos. A excelente ideia da seleção pública requer tradução simultânea, pois, Matheus Martins,  acertou em cheio!!! Em que pese o autor desta crônica   não ser vidente, mas é evidente  que, essa atitude do jovem vereador  tem tudo pra dar certo e vai dar!!!

Nenhum comentário: