quinta-feira, 2 de março de 2017

ODEBRECHT REPASSOU CERCA DE R$ 300 MILHÕES AO PT E DILMA SABIA DAS DOAÇÕES



A EX-PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF SE DIZ “INDIGNADA” COM AS REVELAÇÕES DO EMPRESÁRIO, AFIRMA QUE É TUDO MENTIRA E NÃO SABIA DAS “TENEBROSAS TRANSAÇÕES”, COM DIRIA CHICO BUARQUE, UM DOS LÍDERES DO  MOVIMENTO VOLTA LULA. A PRESIDENTA (OU GOVERNANTA) NÃO SABIA DE NADA, MAS DISCUTIA COM O AMIGO EMPREITEIRO “ASSUNTOS DO GOVERNO E RELACIONADOS À EMPRESA”, CONFORME RELATOU MARCELO ODEBRECHT, E ISSO EXPLICA TUDO

No depoimento que prestou à Justiça Eleitoral na última quarta-feira, Marcelo Odebrecht negou ter tratado diretamente com a ex-presidente Dilma Rousseff sobre ajuda financeira para sua campanha. Segundo uma fonte que teve acesso à oitiva, ele foi questionado ao menos três vezes se a petista pediu pessoalmente dinheiro, e a resposta foi a mesma: “Não”. No entanto, Odebrecht afirmou que Dilma sabia dos pedidos de contribuição para financiar sua campanha por meio de “interlocutores”, sem citar quem seriam essas pessoas.
O empresário foi questionado se Dilma pediu que ele repassasse algum dinheiro ao marqueteiro João Santana, o que ele também negou.
Marcelo Odebrecht contabilizou ter dado ao PT de 2008 a 2014 cerca de R$ 300 milhões. Esse dinheiro, explicou, era depositado em uma conta que era inicialmente acessada pelo ex-ministro Antonio Palocci e, posteriormente, pelo ex-ministro Guido Mantega. Explicou, segundo relato de uma fonte ao Globo, que o dinheiro servia “campanhas” e “assuntos que interessavam ao PT”.

O empresário disse que, nas vezes em que se reuniu com Dilma Rousseff, os dois trataram de assuntos do governo e relacionados à empresa. – Fonte: Tribuna da Internet -

Nenhum comentário:

Postar um comentário