terça-feira, 20 de dezembro de 2016

QUEREM NOCAUTEAR O VEREADOR GIL PM


Por Altamir Pinheiro

Em contato que mantive recentemente com o vereador GIL PM reeleito  com quase 1.700 votos, e de posse de documentos inéditos da justiça, confiado a mim, quando me debrucei sobre os citados papéis lidos um a um, fiquei INDIGNADO como esse rapaz vem sendo tratado por algumas pessoas mesquinhas dizendo coisas assombrosas no que diz respeito a um vereador eleito legitimamente pelo povo da periferia, os chamados pés de poeiras e os descamisados que reconhecendo o seu PUJANTE TRABALHO SOCIAL praticado durante   todo o seu primeiro mandato, deram-lhe 1.645 votos em razão do parlamentar ter  ido onde o povo estar, na periferia,  nas entranhas arraigadas  de ruas, becos e vielas intransitáveis e  esquecidas pelo poder público, lá estava o vereador GIL PM, prestando solidariedade aquele povo desprezado que sofre de omissão crônica ou constante por parte dos “HOMI DO PODER”.

POIS BEM!!! Com a mudança   de partido político,  trocando o PRB pelo  PSC, desde então,  a perseguição tornou-se implacável, intransigente, acirrada e por trás de toda esta patifaria, suspeita-se que esteja gente do seu antigo partido tentando impedir  a todo custo sua caminhada, jornada esta, diga-se de passagem, dentro da legalidade.  Não vou aqui fulanizar para não partir para o confronto, mas toda essa cafajestice deve estar vindo de indivíduo sem brio, sem caráter, sem dignidade, sem honra, sem pudor e sem o menor escrúpulo. Ou seja: GENTALHA!!!

Logo após o término da eleição, quando o vereador GIL PM foi reeleito, os covardes, fracos e invejosos caíram em campo tentando impedir sua trajetória inventando  duas lorotas, sendo uma  de sua  prestação de contas e a outra fazendo boca de urna no dia da eleição. Não é à toa que, uma “CIDADÔ, influenciada ou comendo toco  desses pulhas invejosos, dirigiu-se à PROMOTORIA e sapecou uma queixa-crime, ao afirmar que ela e mais 129 pessoas fizeram boca de urna no dia da votação. Isso foi precisamente, no dia 16.11.2016. Seis dias depois(22.11.2016), esta mesma “CIDADÔ, sabe-se lá porque cargas d’águas, desdisse o que disse ao procurar o Promotor Itapuan Sobral e RETIRAR a queixa ao afirmar que na verdade não houvera boca de urna. Atitude desse porte é uma prova maior que,    o tempo não absolve os covardes, nem absolve os fracos, muito menos um Aglomerado de cínicos e cínicas que tenta a todo custo infernizar a vida digna do vereador que exerceu a farda da briosa Polícia Militar com toda dignidade durante  23 anos.

Se não bastasse toda essa RIDICULARIDADE imposta ao vereador, parte da imprensa local, certa vez, publicou um embate acalorado que houve no plenário da Câmara que o vereador teve com alguns dos seus pares, destacando-se aí um blogueiro que, propositalmente, dera  conotações pejorativas ao entrevero entre os vereadores, disseminando mentiras propositais ao edil GIL PM  e tentando reescrever o acontecido na Câmara,  inconsequentemente, com a tinta do cinismo. O pior é que a estupidez foi adiante e caiu nas redes sociais.  Chegando ao ponto de, no FACEBOOK, uma senhora com uma argumentação cretina estampou em seu comentário agressivo, o desenho de um macaco com uma  gravata  que tinha a estampa  de um cacho de bananas...


Sabe-se muito bem que um ou outro que faz parte de nossa imprensa seja vingativo, fútil, inconstante, perseguidor e até inconsequente, pois, diante de todo o acontecido, além de se lamentar,  é bom que se diga o SEGUINTE:  Há um cheiro de tramoia no ar por parte dessa patota preconceituosa tentando tomar na marra o mandato pertencente ao vereador do PSC. Agora, não se sabe se eles querem aplicar um xeque-mate ou um nocaute em GIL PM. A campanha ora  movida, é repugnante, imunda e totalmente desprezível  por parte dessa meia dúzia de gente querendo  aniquilar com a carreira  política  do  vereador GIVANILDO.  Tal mesquinhez é enojante, é vomitatória e porque não dizer: é completamente  intolerante e preconceituosa. Porém, a justiça eleitoral, na última quarta-feira(14), ofertou-lhe com um    merecido diploma que é o passaporte oficial para o vereador legislar na Casa Raimundo de Morais até o ano de 2021.  Portanto, todo esse disse-me-disse  NÃO passa de retórica vazia ou vagabundismo teórico!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário