ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM  ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

quinta-feira, 12 de março de 2020

MAGANO E ALTAMIR DEFENDEM MAIS RESPEITO A GARANHUNS


Carlos Magano, que é pré-candidato a vereador de Garanhuns, irá, juntamente com o articulista Altamir Pinheiro, reunir cabeças pensantes da cidade para elaborar um estudo e em seguida redigir um documento para entregar ao próximo prefeito do município. Uma das bandeiras de Magano em sua campanha será a defesa de que Garanhuns volte a comemorar sua emancipação política no dia quatro de fevereiro de cada ano. Caso seja eleito, Carlos pretende envolver a Câmara e a Sociedade Civil, através de um plebiscito ou referendum para resolver de vez essa questão a respeito do aniversário da cidade. Altamir Pinheiro e Carlos Magano compartilham da ideia de que fizeram um arrumadinho vergonhoso que humilha o município, ao mudar a data de aniversário para o dia 10 de março com objetivos políticos. “Garanhuns é uma cidade centenária e não bicentenária. Esses pesquisadores fajutos estão fazendo palhaçada com a terra dos guarás e anuns”, dispara Altamir. Os dois garanhuenses são intransigentes na defesa dos interesses do município e acreditam que a cidade merece respeito, não pode ser joguete nas mãos de políticos e falsos estudiosos. Altamir Pinheiro é colaborador regular deste blog. Carlos Magano é cantor, compositor e dirigiu jornais que circularam em Garanhuns num passado recente. Essa polêmica vem sendo alimentada desde que o atual prefeito, Izaías Régis, mudou a data do aniversário da cidade. Na ocasião o jornalista e advogado Manoel Neto Teixeira escreveu um artigo, publicado em primeira mão no Jornal do Commercio, dizendo que a mudança na data foi um retrocesso, pois Garanhuns passou a comemorar o aniversário na data em que virou vila e não cidade. Grandes e pequenos municípios do Brasil, como São Paulo, Recife, Salvador, Olinda, Lajedo, Caetés e Capoeiras comemoram sua emancipação na data em que foram elevados à categoria de cidades. - Este texto foi gentilmente roubado lá do Blog de Roberto Almeida. - 

Nenhum comentário: