ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

ESCOLA PROFISSIONALIZANTE SANTA BÁRBARA: EM  ARAPIRACA e ARACAJU VIROU FACULDADE"""

sexta-feira, 13 de março de 2020

SHARON STONE: Mulher de Instinto Selvagem com espetacular cruzada de pernas e travada de coxas...



Por Altamir Pinheiro

De um modo geral, o  filme faroeste é um território historicamente dominado pela macharia, no qual a mulher ou era submissa esposa ou puta de saloon. Eis que de repente, não mais que de repente,  o diretor de filme de terror Sam Raimi arriscou todas suas  fichas,  em pleno ano de 1995, numa atriz de 36 anos à bela Sharon Stone vestida de cowboy,  arma no coldre, chapéu e aquele olhar ferino tipo “Estranho Sem Nome”, ela chega até a cidade Redemption em busca da boa e velha vingança, tema abundante num período em que 10 entre 10 pessoas carregavam armas nas ruas e, não raro, davam vazão à raiva metendo bala na cabeça de alguém. O filme chama-se Rápida e Mortal que, como diz o crítico de cinema Marcelo Muller, “É um filme de brios, empolgante e cheio de energia. Se não trouxe nada de novo para o gênero, o resgatou dignamente do limbo”.

O jornalista e crítico de cinema  Marcelo Muller levanta uma lebre bastante interessante quando afirma que o diretor Sam Raimi “Cozinha esse assado numa panela repleta de referências, sendo a principal delas o italiano Sérgio Leone, ícone do chamado spaghetti western”. Entre filiar-se à tradição estadunidense e seguir a maior dramaticidade do bangue-bangue europeu, o diretor envereda visualmente pela linha de Leone, muito mais próxima de seu itinerário estilístico repleto de ângulos inéditos e tipos marcados, em que pese o diretor saber muito bem que o faroeste em si,  contribuiu não apenas para a consolidação dos EUA como potência cinematográfica, mas para a própria linguagem do cinema. Sabe-se lá por que, o público passou a não mais responder nas bilheterias aos chamados vindos dos grandes desfiladeiros, planícies  e dos ranchos, dos valorosos e crápulas pistoleiros apresentados na tela.  Ou seja, o diretor forçou  a barra para trazer de volta o western sabendo do provável fracasso nas bilheterias em pleno final do Século XX. 

Em Rápida e Mortal,  Sharon Stone consegue ser sensual até em um bang bang. Vemos também o ainda desconhecido Leonardo DiCaprio com apenas 21 anos  de idade já mostrando que seria um grande ator. Agora, não há de se negar que o filme representa apenas  mais um dos muitos faroestes revisionistas dos anos 90 que tentaram embarcar na onda do sucesso de Os Imperdoáveis, de Clint Eastwood. Esse conto de vingança genérico se beneficia das atuações bastante dignas de Russell Crowe e Gene Hackman(sempre um ótimo vilão). Rápida e Mortal é um daqueles faroestes descartáveis, que diverte, mas você só assiste uma vez. Está a milhões da anos de ser uma obra-prima. o filme em si é exagerado e talvez seja por isso que  não decolou e caiu no esquecimento. O roteiro é de razoável pra bom e tanto   a fotografia  quanto o  cenário são lindos. mas não é feito pra se ver mais de uma ou duas vezes. É um western moderno, mas traz todas as  características e preserva os modos  à moda antiga.

Em sua sinopse, Rápida e Mortal traz uma mulher misteriosa que cavalga até o vilarejo  de Redenção. Carrega na cintura seu revólver e uma sede de vingança que incendeia seu coração. Ela vem para matar o poderoso da cidade, o homem que tornou a sua vida desolada como o deserto que agora ela atravessa. Mas os demônios que a levaram para este mortal conflito são os mesmos que a colocaram numa situação limite; e o estranho é que pode ser a única a cair morta ao final do acerto de contas. Estrelando Sharon Stone (a gata de Instinto Selvagem) e Gene Hackman (5 vezes indicado e 2 vezes vencedor do Oscar). O vilarejo recebe, todos os anos, um concurso de pistoleiros organizado por John Herod. Ellen vai ao evento disposta a enfrentar Herod, que destruiu sua vida no passado. Assim que chega à vila, ela conhece o pastor Cort, que decidiu nunca mais apontar uma arma para ninguém. Porém, Herod sabe que Cort é um dos principais pistoleiros da região e tenta convencê-lo a também participar do concurso.

Mesmo fora do contexto, mas como o  tema é  atualizadíssimo e altamente preocupante, Sharon Stone comemorou seu aniversário de 62 anos no último dia 10 de março(2020). Entretanto, tanto a aniversariante quanto os convidados precisaram passar por uma rigorosa inspeção médica contra o coronavírus(COVID-19). O surto de coronavírus que já contaminou mais de 100 mil pessoas ao redor do mundo mudou completamente a rotina de algumas pessoas. Mas há quem prefira continuar seguindo com sua agenda de compromissos mesmo que tenha que fazer algumas adaptações. Foi o caso da atriz Sharon Stone, lembrada até hoje pela personagem icônica do filme Instinto Selvagem (1992). A propósito, vale a pena assistir ao filme Rápida e Mortal, principalmente a macharia, para se lembrar daquela cruzada ou travada de pernas entre ela e Michael Douglas em Instinto Selvagem... 


https://www.youtube.com/watch?v=E7sfb9rsQD0

Nenhum comentário: