quinta-feira, 27 de abril de 2017

POLÍCIA PRONTA PARA “GUERRA”

POLICIAIS SEPARAM BOMBAS DE GÁS LACRIMOGÊNIO PARA O CASO DE NECESSITAR USÁ-LAS NESTA SEXTA.


Cláudio Humberto

Policiais militares que integram a Força Nacional de Segurança e do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), da Polícia Militar do DF, preparam-se para uma verdadeira "GUERRA", nesta sexta-feira (28), data marcada para a "greve geral" convocada por sindicatos ligados à CUT/PT. São centenas de policiais e um volume impressionante de armas e apetrechos para qualquer eventualidade. As tropas se concentram nas áreas externas e estacionamento dos ministérios das Comunicações e da Justiça desde o início da manhã. O número de policiais em formação, inclusive a parte externa do Congresso Nacional, também impressiona os servidores  oficialmente, a mobilização seria um "TREINAMENTO" para o enfrentamento de protestos contra as reformas da Previdência e Trabalhista.

REFORMA APROVADA COM FOLGA

Nesta quarta (26), a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base da Reforma Trabalhista, por expressiva maioria de 296x177. Dos 17 destaques que pretendiam alterar o texto, foi aprovado apenas o que estabelece que, nos processos trabalhistas, a penhora on-line deverá se limitar ao valor da dívida que a empresa tem com o empregado.

Para aprovar a reforma da Previdência, próximo grande desafio do governo Michel Temer serão necessários 308 VOTOS, DOZE A MAIS DO QUE OS GOVERNISTAS CONSEGUIRAM REUNIR NA VOTAÇÃO DA REFORMA TRABALHISTA. Para aprová-la, por se tratar de lei ordinária, seria necessário apenas garantir a presença mínima de 257 deputados na sessão de votação e obter 129 votos, correspondentes a metade mais um dos voto do quorum mínimo. Mas o governo conseguiu o quorum de 473 deputados e obteve apoio de 296 deles. 
É GRANDE A MOVIMENTAÇÃO DE POLICIAIS NOS MINISTÉRIOS DESDE CEDO.


 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário