domingo, 26 de fevereiro de 2017

DOMINGO DE CARNAVAL É DIA DE PARTICIPAR ATIVAMENTE DE FESTIVAL DE PHUDELÂNCIA NA SUA ÁREA DE COBERTURA, NADA DE MASTURBAÇÃO!!!






Meu nome é TIÃO, O INÚTIL,  já tenho cinquentinha e sou casado com uma gata chamada carinhosamente por MÃOS DE FADA, de 26 anos. Minha esposa é uma mulher muito sensual e gosta de fantasiar situações diferentes, o que torna o nosso casamento um verdadeiro mar de rosas. Certa vez, ela me disse durante uma “RAPIDINHA” na cama, que gostaria de experimentar outro cacete mais grosso e avantajado. Aí, eu respondi que dependia apenas dela conseguir!!! Acontece que ela continuou e esclareceu que não queria fazer sexo com outro cara, mas PUNHETÁ-LO, pois sentia um enorme tesão em masturbar paus durinhos e formosos. Bem, como sou testemunha de sua competência nessa “ARTE” dei todo o apoio logístico que se fizesse necessário para que ela começasse a satisfazer alguns felizardos. Inicialmente, compramos alguns acessórios para que ela pudesse exercer bem o seu ofício de MASTURBADORA PROFISSIONAL. Fomos a uma SEX SHOP e adquirimos algumas fantasias como frascos com perfumes afrodisíacos, limbidux para relaxamento dos músculos circunvaginais e penianos, micro-saias, maiôs eróticos, pomadas, óleos de massagem além de um par de algemas e prendedores de mamilos. Ao chegarmos em casa, montamos um pequeno roteiro de como ela iria “TRABALHAR” para os seus escolhidos. Antes de tudo, o “CLIENTE” escolheria a fantasia que a minha santinha  esposa deveria incorporar para masturbá-lo. Criamos vários personagens com base nas roupas que compramos para dar mais sensualidade à brincadeira de “bulinar” no danadinho. Ela poderia ser a gata de praia, a mulher fatal, orquestra zuadenta e espalhafatosa, a vilã perversa, a lagartixa arreganhada, enfim, o que a imaginação mandasse. Colocamos, então, um anúncio no jornal, com os seguintes dizeres: NA BASE DA PUNHETA, MÃOS DE FADA,  LEVA VOCÊ ÀS NUVENS!!! E logo, logo,  ela começou a receber ligações de vários homens interessados em sentir o poder de suas delicadas mãos. Ela os atendia com carinho e, por razão de segurança, na nossa própria casa, que era um pouco afastada da cidade. Nos dias em que ela “TRABALHAVA”, cumpríamos um “RITUAL” delicioso antes do cliente chegar: MÃOS DE FADA ME MASTURBAVA PARA  desenferrujar as juntas e pegar melhor o “TRAQUEJO” e não decepcionar o cliente. Apesar de ser CORNO E SUBMISSO, eu não podia assistir as sessões de punheta por razões óbvias. Assim, minha esposa bastante perversa gostava de me provocar, vestindo suas fantasias na minha frente e incorporando as personagens, todas DOMINADORAS. Para não encorajar sexo envolvendo penetração ela usava e abusava de roupas colantes e apertadas, geralmente calcinhas de bikinis e camisas grudadinhas que deixavam seus seios com aquele aspecto redondinho e empinado. Eu ficava maluco com aquilo e me masturbava, de novo, sozinho,  intensamente só de vê-la daquele jeito. Mas ela nunca me deixava gozar. Ao contrário, me aplicava uma chave de braço e me levava para fora de casa onde me algemava em uma árvore fina que tinha no quintal e me amordaçava com um pano para que eu não pudesse gritar e nem ter nenhum acesso inesperado de ciúmes. Muitas vezes, principalmente quando fazia frio, além de me deixar preso, MÃOZINHAS DE FADA também me fazia ficar lá usando só uma de suas calcinhas e uma camiseta branca fininha. Eu só podia ouvir os sons de prazer e satisfação que saíam pela janela. Minha esposa é realmente maravilhosa. Após as sessões de “MASSAGEM ERÓTICA”, ela me soltava e me levava de volta para a nossa outra casa contando detalhes de como havia feito para seu cliente gozar. Eu ficava abobalhado de ver aquela mulher exuberante vestida daquele jeito, sentada na minha frente com aquelas pernas poderosas cruzadas, bebendo vinho e se gabando sobre a sua capacidade de excitar homens desconhecidos e lhes dar prazer. Caro leitor do Chumbo!!! Diante do que leu, caso tenha gostado e se você também é chegado a masturbação ou costuma, de vez em quando,  bater uma punhetinha de leve e quer trocar dicas e escrever contos sobre o tema, mande um e-mail para o administrador do Blog Chumbo Grosso que ele é do ramo e não é à toa que no momento tá exercendo a  presidência do Sindicato dos Punheteiros de Garanhuns... Me escreva. Terei o maior prazer em respondê-lo ou respondê-la. Atenção!!! É expressamente proibido bater punheta em pleno domingo de carnaval!!! ENTEDESTE PUNHETEIRO OU QUERES QUE EU FAÇA O DESENHO?!?!?! Domingo de carnaval é dia de PHUDELÂNCIA movido pelo seguinte espírito: DINHEIRO NA MÃO E CALCINHA NO CHÃO... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário